Estude nos Estados Unidos

A Lenda do Lago Wakatipu



Ao Sul da Ilha Sul da Nova Zelândia encontra-se uma das cidades mais lindas do mundo (pelo menos no meu conceito), Queenstown. Famosa por ser a capital dos Esportes Radicais e por diversas atrações turísticas. No entanto, o que chama muito a atenção, logo de cara, são as belezas naturais da cidade. Uma dessas belezas naturais de Queenstown é o cristalino Lago Wakatipu. O lago tem um formato muito peculiar de uma pessoa sentada e um constante sobe e desce do nível da água. Conversando com um grande amigo maori (um nativo da Nova Zelândia – algo parecido com os nossos índios brasileiros), ele relatou-me uma lenda de seu povo com relação a este lago.

Diz a lenda que uma linda princesa, chamada Manata, amava um jovem guerreiro chamado Matakauri. Eles queriam muito se casar; porém, o pai dela tinha arrumado um casamento com o filho do chefe de uma tribo vizinha. Entretanto, um gigante que vivia numa caverna no alto de uma montanha raptou a princesa Manata. Com isso, o pai dela proclamou que o guerreiro que conseguisse salvar a vida de sua filha teria a mão dela em casamento. Então, tão grande era o amor de Matakauri por Manata que ele foi o único guerreiro que enfrentou o gigante cruel. Matakauri encontrou o gigante dormindo em um vilarejo com Manata amarrada em um tronco de árvore. Mesmo com movimentos fortes de seu machado ele não conseguiu quebrar o cordão mágico que prendia a princesa. Chorando, Manata implorou para seu amado deixá-la antes do gigante acordar. Foi ai que uma lágrima caiu de seu rosto, quebrando as cordas e deixando-a livre. Rapidamente Matakauri colocou fogo em volta do corpo do gigante, as chamas e o calor incineraram o gigante – formando um grande buraco na superfície. Com o passar dos anos a neve derretida do pico das montanhas formaram um imenso lago – hoje conhecido como o Lago Wakatipu. Mesmo nos dias de hoje, existem muitas pessoas que acreditam que esse sobe e desce das águas são ainda as batidas do coração daquele gigante.

6 comentários:

david santos disse...

Olá!
Linda história! Já lendária, mas sempre com o seu tom de sensibilidade e amor pela natureza. O final destas histórias ou lendas vai ajudar muito ao fim da própria humanidade.
Parabéns.

Cristiana disse...

Que linda fábula, Diego !

A origem de belezas naturais, assim como a do Lago Wakatipu,vem normalmente acompanhada de amor, lutas e conquistas.

E essa constatação faz toda a diferença.

Diego disse...

Valeu David e Cris... É, a NZ não tem apenas muitas belezas naturais, mas também muita cultura e histórias lindas. Quando der conto mais algumas...

Gian Lizardis disse...

Puxa, que legal essa lenda, Diego!
Você esteve em NZ a quanto tempo?!
Depois visite lindazelandia.blogspot.com, estou começando minhas crônicas sobre esta terra que é a mais linda do mundo!
Abraços

Diego disse...

Oi Gian, tudo bem? Estive na NZ de 2006 a 2008. Legal tua participação aqui no blog, fique a vontade para escrever, ok? Irei visitar seu blog.

Abraço

easyword traduções disse...

Interessante a lenda, e uma bonita história. Toda lenda é cativante e traz seu ar de mistério e sensibilidade. Sou professor, tradutor de textos e uma pessoa fascinada por histórias e lendas misteriosas, principalmente quando envolvem algum lugar no meio da natureza... histórias que aconteceram nos meios de vales e rios... montanhas, bosques, etc, são bastante misteriosas essas lendas que o povo conta. E mais, lendas também sempre trazem um pouco da cultura de um determinado povo.
Continuem postando mais! Sucesso para vocês!